sexta-feira, 2 de maio de 2008

LOVE - FOREVER CHANGES (1967)


ESTE DISCO NÃO PODERIA FALTAR NOS VENENOS DO ROCK!! PRA MIM É UM CLÁSSICO E QUEM CONHECE A HISTÓRIA DO ROCK ANOS 60 SABE MUITO BEM DISSO!! ARTHUR LEE, O GRANDE LÍDER DESTA BANDA INFLUENCIOU O CONHECIDO JIMI HENDRIX!! O MELHOR DISCO DA BANDA!! ARTHUR LEE FEZ UM SHOW RECENTEMENTE EM COMEMORAÇÃO AOS 40 ANOS DO ALBUM ONDE TOCOU O DISCO INTEIRO NA SEQUENCIA ORIGINAL!! UMA OBRA QUE TEM EM DVD À DISPOSIÇÃO PRA QUEM QUISER!! É SÓ CONTATAR COMIGO!! INFELIZMENTE O CARA DESOCUPOU O PLANETA MESES APÓS ESTE SHOW!!

História do disco:
Após alguns conflitos na banda, a gravadora Elektra decidiu propôr a gravação de um terceiro disco. A banda então começou a trabalhar num dos melhores albuns de todos os tempos, Forever Changes, um disco maravilhoso, com arranjos instrumentais muito bem elaborados e composições maravilhosas.

Obra maior do psicadelismo west coast, Forever Changes é o momento alto da carreira desta banda que soube marcar a diferença em relação aos seus pares: por contraponto ao folk rock dos Byrds, ou à pseudo-poesia cerimonial dos Doors, os Love produziam gemas pop onde, não raras vezes, os sopros mariachi davam um ar da sua graça.

Falar de Forever Changes é falar de Arthur Lee, anti-hippy assumido, figura carismática e conturbada até ao momento da sua morte há pouco mais de um ano que, com voz aveludada, entoava letras de um beleza extrema onde as referências sexuais eram uma constante. Além de frontman da banda, era também o seu principal compositor.
Quis o destino que "Alone Again Or", uma das duas composições do guitarrista Bryan MacLean incluídas em Forever Changes, se tornasse a canção mais conhecida dos Love. No entanto, podem aqui encontrar motivos de sobra para a santificação de Arthur Lee enquanto compositor e intérprete: "A House Is Not A Motel", "Andmoreagain", "The Red Telephone", "You Set The Scene", e... todas as outras!

Algumas canções se tornaram símbolos do psicodelismo. Só para citar as pérolas, vá de Alone Again or, A House is not a Motel e Live and Let Live. Em 2001, o álbum foi remasterizado e ganhou faixas bônus, como takes alternativos e outras músicas.
Texto retirado do blog: http://sergiosonico.blogspot.com/

01. Alone Again Or (3:17)
02. A House Is Not A Motel (3:32)
03. AndMoreAgain (3:22)
04. The Daily Planet (3:31)
05. Old Man (3:02)
06. The Red Telephone (4:46)
07. Maybe The People Would Be The Times Or Between Clark And Hilldale (3:34)
08. Live And Let Live (5:28)
09. The Good Humor Man He Sees Everything Like This (3:08)
10. Bummer In The Summer (2:24)
11. You Set The Scene (6:50)
Extras:
12. Hummingbirds (Demo Version) (2:44)
13. Wonder People (I Do Wonder) (Out Take) (3:38)
14. Alone Again Or (Alternate Mix) (2:56)
15. You Set The Scene (Alternate Mix) (7:02)
16. Your Mind And We Belong Together (Tracking Sessions Highlights) (8:17)
17. Your Mind And We Belong Together (Bonus Track (4:28)
18. Laughing Stock (Bonus Track) (2:32)

Links:
or
or
Postar um comentário