terça-feira, 1 de julho de 2008

Grand Funk Railroad - Survival 1971


SEGUE AQUI O OUTRO DISCO QUE PROMETI POSTAR DA DISCOGRAFIA DO GRAND FUNK!! SÃO ESTES OS DOIS DISCOS MORTAIS DA BANDA E QUE CONSIDERO O MELHOR QUE FOI FEITO POR ELES!! NESTE DISCO TEM A VERSÃO DE "FELLIN' ALRIGHT" DO TRAFFIC E "GIMME SHELTER" DOS STONES!! ESTE DISCO TEM UMA SONORIDADE DIFERENTE DO QUE A BANDA FAZIA, APESAR DE CONTINUAR PESADO, SOAVA UM POUCO MAIS SOFT, QUASE QUE FLERTANDO COM PROGRESSIVO EM CERTOS MOMENTOS!! ABAIXO TEXTOS TIRADOS DA NET QUE CONTAM UM POUCO MAIS DO DISCO!!

Em abril de 1971 lançam Survival, que trazia o clima da capa para dentro das músicas, simplesmente cavernoso (no bom sentido é claro)! Discos de ouro já eram rotina, e dessa vez chegaram a quinto nas paradas. Talvez a capa mais marcante da banda, onde os três apareciam como homens das cavernas. A contracapa trazia um texto assinado por Terry, no qual falava sobre o nascimento de um bebê durante um show da banda; o mais bizarro é o fato do bebê ter sido batizado de Grand Funk Railroad!

Mais tarde, Mark afirmou nunca ter sido apresentado à criança, e que tudo não passava de um fruto da forte imaginação de Terry. Mesmo com todo o barulho por conta dos fãs, a crítica continua a ignorá-los. Prova maior disso foi a fracassada coletiva para a imprensa organizada por Terry. O empresário alugou um famoso hotel de Nova York para a ocasião e convidou os 150 jornalistas mais importantes dos EUA. Apenas seis apareceram! Isso só confirmava a imagem de "banda do povo" que o Grand Funk alimentava.

A turnê seguinte, tendo o Humble Pie como banda de abertura, foi das mais bem sucedidas. Dessa vez, o velho continente foi conquistado. Ingressos esgotados, estádios lotados, e fãs alucinados. Esse era o dia-a-dia do GFR. No Hyde Park, em Londres, a banda se apresenta como headliner com um público de mais de 100 mil pessoas.

Survival (1971)

Apesar do som continuar mais pesado do que nunca, a produção aqui é mais polida e suave. Basta checar "All You've Got Is Money", onde a bateria soa bem "soft". Generosas doses de reverb e eco são usadas durante o disco, que foi um grande passo para a banda em vários aspectos: produção, temas das letras e performance no estúdio. Outros destaques são as regravações de "Gimme Shelter" e "Feelin' Alright", que se encaixaram perfeitamente no estilo da banda, e a gospel "I Can Feel Him In The Morning". Terry Knight era um grande fã dos Beatles e isso refletiu em cheio no disco. Ele obrigou Don Brewer a gravar com toalhas sobre as peles da bateria, fazendo com que a mesma soasse mais abafada e suave, assim como a de Ringo Starr! E quanto à parte gráfica, a primeira prensagem norte americana do vinil, vinha com fotos individuais dos integrantes do grupo, idênticas as do Álbum Branco, dos fab four.

1. Country Road
2. All You've Got Is Money
3. Comfort Me
4. Feelin' Alright
5. I Want Freedom
6. I Can Feel Him in the Morning
7. Gimme Shelter
8. I Can't Get Along With Society - (2002 remix, previously unreleased)
9. Jam (Footstompin' Music)
10. Country Road - (previously unreleased, Unedited Original Version)
11. All You've Got Is Money - (previously unreleased, Unedited Original Version)
12. Feelin' Alright - (previously unreleased, Unedited Original Version)

NEW LINK OK
Part1
Part2
Postar um comentário