quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Oly Jr. - Pirataria Autorizada (Compilation Brazilian Folk Rock Blues)


RARE AND GOOD POISON!! FOLK ROCK BLUES OF HIGH QUALITY!! MY OLD FRIEND AND MUSICIAN OF QUALITY TO BE BETWEEN THE POISONS!! A COMPILATION CHOSEN FOR THE AUTHOR!! THE BEST ONES OF THE 10 YEARS OF ROAD!! FOLK ROCK WITH STRONG INFLUENCES BLUES!! HARP, ACUSTIC GUITAR, MANDOLIN AND OTHERS MUSICAL INSTRUMENTS THEY MAKE OF THIS ALBUM A GOOD POISON!! RECOMMENDED!! POISON WITHOUT CONTRAINDICATION!!
VENENO RARO, BOM E GAÚCHO!! OLY JR. ALÉM DE SER UM VELHO PARCEIRO FAZ UM SOM FOLK BLUESY DE MUITO BOA QUALIDADE E MERECE ESTAR ENTRE OS VENENOS!! EM 10 ANOS DE CARREIRA ELE JÁ LANÇOU 7 DISCOS, SENDO QUE ESTE ALBUM É UMA COLETÂNEA EM QUE O PRÓPRIO AUTOR ESCOLHEU AS SUAS MELHORES COMPOSIÇÕES DESSA SUA DÉCADA DE ESTRADA!! VENENO RECOMENDADO PRA QUEM GOSTA DE CONHECER NOVOS TALENTOS E CERTAMENTE PRA QUEM GOSTA DE UM BOM FOLK ROCK COM FORTES PITADAS BLUES!! HARMÔNICA, VIOLÃO ACÚSTICO, BANDOLIN E MAIS OS TRADICIONAIS INSTRUMENTOS FAZEM DESTE DISCO UM VENENO DE BOM EFEITO E CERTAMENTE SEM CONTRA-INDICAÇÕES!!

"Esse disco é o fechamento de um ciclo, o minimo da minha carreira musical que eu gostaria de mostrar para qualquer ser humano ou qualquer outro ser, até esse momento. Aqui tem músicas de um disco chamado "Tó Na Mira", o primeiro da minha carreira solo, gravado com a celteza que daquele momento em diante eu estaria na mira dos mais diferentes conceitos e opiniões. Passando pelos discos "Ineditismo Barato', "Na Capa Da Gaita"(Gaspo Harmõnica & Oly Jr.), tem músicas de um disco que nem se quer foi lançado, chamado "Diário De Um Louco', um trabalho que lancei via internet chamado "Algumas Canções", e alguns takes gravados em forma de singles, que não fazem palte de nenhum trabalho conceitual." Oly Jr.

Sobre Oly Jr:
Vida & Obra: Oly Jr. nasceu em 03 de Março de 1977 em Porto Alegre/RS. Começou sua carreira musical em 1998 tocando blues em uma banda chamada D’Blues. Apresentavam-se basicamente para o público universitário. Depois formou a banda Mendigos da Noite em 1999. No ano 2000 começam a tocar pelos bares de Porto Alegre e no interior do Estado em formato acústico. A banda entra então para a Gravadora FRAN DISCOS de Porto Alegre e grava seu primeiro e único CD homônimo e passaram a divulga-lo se apresentando em teatros e casas de shows da cidade. A banda se desfez em meados de 2002. O caminho de Oly Jr. Só poderia ser um... a música. Começou então a sua carreira solo tocando voz, violão e gaita de boca nos bares da cidade. Eventualmente se apresentava também com banda Baby Blues (que também fundou), fazendo um Especial Janis Joplin. Em meados de 2003 grava seu primeiro CD Independente solo, intitulado ''Tô na Mira'', gravado no Estúdio ''C'' da ACIT e produzido por Egisto dal Santo. É um trabalho extremamente pessoal, feito com poucos instrumentos (violão, bandolim, contra-baixo e gaita de boca) mas com um conceito musical bem formado. No ano de 2004, Oly entrou no estúdio para gravar o que seria seu segundo trabalho. Um projeto de disco intitulado “Diário De Um Louco”, que nunca chegou ao estado material. O projeto chegou a ser gravado e também produzido por Egisto , mas até o presente momento, não foi lançado. Em 2005 é lançado seu segundo disco solo, o “Ineditismo Barato”, que foi gravado ao vivo no estúdio Live em Porto Alegre. Também em 2005 é lançado o disco “Na Capa da Gaita”, trabalho de Oly Jr. em parceria com o gaitista de boca Gaspo “Harmônica”, um trabalho voltado às raízes do blues. Oly também gravou por conta própria, um disco que está engavetado; Um projeto com 10 poesias de Mário Quintana musicadas por Oly, no formato voz, violão e gaita de boca. Uma singela homenagem ao grande poeta gaúcho. Em 2007 lança um trabalho chamado "Algumas Canções", um disco virtual contendo 10 faixas inéditas que foram disponibilizadas para dowload. Nesse ano lançou também o disco "Onde Está O Meu Dinheiro...", segundo disco em parceria com Gaspo "Harmônica". E também em 2007, Oly Jr. lançou sua tão esperada coletânea, denominada "Pirataria Autorizada"; Um disco que reúne as melhores canções em 10 anos de carreira, segundo o próprio autor. Além dos shows convencionais, onde mistura suas composições a de artistas que o influenciam, Oly ainda tem dois projetos paralelos: Um projeto intitulado “Revisitando Bob Dylan”, onde ele interpreta releituras de algumas canções de Bob Dylan, em formato solo ou com uma banda de apoio. O outro projeto consiste em apresentações solo de Oly Jr. no formato voz, violão e gaita boca (ou eventualmente com participações de outros músicos), reproduzindo canções sulistas que ele mais admira. Canções estas, que fazem parte da história cultural do Rio Grande do Sul, de artistas que fizeram e fazem parte do cenário musical do estado, como Nei Lisboa, Bebeto Alves, Kleiton & Kledir, Vitor Ramil, Almôndegas, Fughetti Luz, Mutuca, Lupicínio Rodrigues, Julio Reny, Frank Jorge, Garotos Da Rua, TNT, Cascavelletes, Engenheiros do Hawaii e etc. Ou seja, referências musicais regionais que influenciam direta e indiretamente Oly Jr.. Agora Oly lança sua mais nova concepção musical: A "Milonga Blues" Misturando elementos da milonga gaúcha com o slide blues americano.

1- 08:35 AM Ineditismo Barato, 2005
2- RUA DA PRAIA Musffek Take, 2007
3- NOSSO CASO FICOU NO AR Inedilismo Barato, 2005
4- EU TAMBÉM JÁ CHOREI Musitek Take, 2007
5- I DON'T BELlEVE Ineditismo Barato, 2005
6- NADA ALÉM Inedffismo Barato, 2005
7- MARIE ANN T6 Na Mira, 2003
8- SUA FILHA Algumas Canções, 2007
9- ATÉ QUANDO Algumas Canções, 2007
10- TEU OLHAR Algumas Canções, 2007
11. SABE-SE LÁ Algumas Canções, 2007
12-IGNORANDO OS FATOS Tõ Na Mira, 2003
13- EU AINDA ESTOU AQUI Algumas Canç6es, 2007
14- ONDE ESTÁ O MEU DINHEIRO? Na Capa da Gaita, 2005
15- TENTANDO ME ACABAR Musitek Take, 2007
16- ONDE ESTÃO SEUS AMIGOS? Ineditismo Barato, 2005
17- ERA UMA NOITE FRIA Diário de um Louco, 2004
18- EU TÔ NO OSSO Diário de um Louco, 2004
19-ESTAVANAMIRA Musilek Take, 2007


NEW LINK OK!!!http://www.megaupload.com/?d=XQG90POO
Postar um comentário