quinta-feira, 4 de setembro de 2008

The Sonics - Here Are The Sonics (1965 US Garage Rock)


PRIMEIRO ALBUM DESTA EXCELENTE BANDA, UMA DAS MAIORES GARAGEIRAS!! ENERGIA GARAGEIRA PURA!! VOCAL POTENTÍSSIMO E UMA ENERGIA CONTAGIANTE!! MÚSICA TOCADA E CANTADA COM O FUNDO DA ALMA!! COLOCANDO LITERALMENTE A VOZ PRA FORA!! OS CARAS USAVAM SAX, HARMÔNICA E ALMA!! UM VENENASSO GARAGEIRO QUE CONSIDERO UM DOS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS!! UMA BASE DE GUITARRA BRUTRAL E A ÁSPERA VOZ DO VOCALISTA PODEM NOS LEVAR A CRER QUE NESSA ÉPOCA ESTAVA NASCENDO UMA PEQUENA SEMENTE DO QUE VIRIA DEPOIS A SER O PUNK A DÉCADA DE 70!! MAS É APENAS UMA SEMENTE, NÃO PENSEM QUE ESTE É UM ALBUM PUNK, MAS SIM UMA PEQUENA SEMENTE DO ESTILO!! ESCUTEM E TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES!! VENENO ALTAMENTE RECOMENDADO E DISCOTECA BÁSICA PRA AMANTES E PESQUISADORES DO ROCK N'ROLL SESSENTISTA!!
Um dos grandes diferenciais da banda era o vocalista Gerry Roslie. Sua postura de palco intimidante e seu vocal gritado e berrado - bastante influenciado pela soul music de Little Richard -, assustava inclusive o público mais jovem". "O LP "Here Are the Sonics", de 65, segundo a lenda, foi toscamente gravado com somente um microfone atrás da bateria inteira, sendo que para alcançar a distorção que queria, a banda só se dava por satisfeita quando os amplificadores estavam sobrecarregados."

The Sonics foi umas dessas poucas e célebres bandas que nasceram prematuramente - sua inovação só iria surtir efeito em uma ou duas gerações posteriores. Eram largamente influenciados pelo estilo característico do The Kinks, da Inglaterra, além do rock clássico norte-americano dos anos 50 e o blues renegado e marginal da mesma época. O grupo surgiu em Washington, em 1963, da cena que tinha The Kingsmen (criadores de um dos maiores hits rockers de todos os tempos, "Louie Louie"), Paul Revere and the Raiders e The Wailers (banda que descobriu o The Sonics). Porém, entre todas, o Sonics foi o grupo que mais incorporou ao seu som o espírito experimentalista, agressivo e selvagem, que os tornaria ao mesmo tempo revolucionários e destinados ao fracasso comercial.

The Sonics em Tacoma, 1964. Um dos grandes diferenciais da banda era o vocalista Gerry Roslie. Sua postura de palco intimidante e seu vocal gritado e berrado - bastante influenciado pela soul music de Little Richard -, assustava inclusive o público mais jovem e arruaceiro dos teddy boys. Esquerda p/ direita: Bob Bennett (bateria), Larry Parypa (baixo), Andy Parypa (guitarra), Rob Lind (orgão e saxofone) e Gerry Roslie (vocal). No final de 1964, eles entram em estúdio para gravar o primeiro single, "The Witch" / "Keep A Knockin'" (cover de Little Richards), pelo selo Etiquette records, dos Wailers. A intenção era deixar tudo o mais barulhento possível, até porque o nome da banda teria vindo de uma fábrica de turbinas para Boeings de Seattle! Os recursos para se turbinar o som eram escassos na época, o que não impedia que os Sonics inventassem parafernálias eletrônicas para potencializar e distorcer seus instrumentos.

Os irmãos Larry e Andy Parypa eram "especialistas" em eletrônica, que mexiam (e destruiam!) nos amplificadores e microfones. Larry, o mais insano, chegava a congelar fios e auto-falantes, aumentar as resistências dos circuitos até queimar, para dar à banda a sonoridade necessária que chegasse aonde eles queriam. A música "The Witch" chegou a atingir o primeiro lugar nas paradas de rádio local, embora só fosse permitido pela lei ser tocada após as 10 horas da noite - temiam que muitas crianças ouvissem a música. E não era para menos: a música começa com a tradicional e característica rufada seca na caixa da bateria, seguida de riffs pesados, teclados sinistros e o vocal agressivo de Gerry Roslie. Depois, entra o que pode ser caracterizado como o primeiro hardcore da história! No entanto, o disquinho vendeu não mais que 25 cópias em Seattle...

No início de 1965 eles entram em estúdio para gravar o primeiro disco pela mesma Etiquette Records, que, apesar de ser um selo pequeno e de pouca estrutura (para a gravação do disco só foi usado dois microfones!), dava à banda toda a liberdade sonora necessária. Depois de várias caixas estouradas, eles conseguiram terminar as 12 canções do primeiro disco, "Here Are The Sonics": entre covers de Little Richard ("Do You Love Me?") e Chuck Berry ("Roll Over Beethoven"), haviam as canções próprias da banda, que deram toda a notoriedade ao grupo, como "(She's) The Witch" - na mesma versão do single -, "Boss Hoss", "Psycho" e "Strychnine" ("Alguns gostam de água / Outros gostam de vinho / Já eu prefiro o gosto / Puro de estricnina! ... Vinho é vermelho / Veneno é azul / Estricnina é bom / Para quem enche o teu saco!")

Em fevereiro de 1966, eles começariam a gravar o segundo disco, "Boom!" Numa tentativa de dar mais aspecto de sonoridade ao vivo ao disco, eles arrancariam todas as caixas de ovos coladas à parede do estúdio usadas como isolamento de som!

The Sonics alcançaria certa notoriedade após abrirem shows dos Beach Boys, Herman's Hermit, Mammas & The Pappas, Byrds e Kinks. No final do mesmo ano, seriam contratados pela Jerden Records, uma gravadora relativamente grande, e iriam para Hollywood gravar o terceiro disco. Teriam agora um produtor, Larry Levine, que trataria de dar uma polida no som. O mediano "Introducing To The Sonics" seria definido pelos próprios membros da banda como "lixo total"! A banda terminaria suas atividades em 1967, sem alcançar nenhum sucesso além do regional.

Em 1972, porém, sairia a clássica coletânea em duplo Lp chamada "Nuggets: Original Artyfacts From The First Psychedelic Era (1965-1968)". The Sonics, definida no encarte original como "a banda mais selvagem de uma geração", e nas prensagens posteriores em Cd, seria elevada ao "elo definitivo entre o garage rock do início dos anos 60 com o punk dos anos 70". Eles participariam com duas canções do primeiro disco, "Strychnine" e "Psycho", e seu som extravagante e sua história obscura seriam finalmente divulgados para todo o mundo...

The Sonics foi uma das bandas mais importantes para a história e consagração do rock marginal, e seu debut, "Here Are The Sonics", foi essencial e inspirador para que pudessem surgir a safra das bandas violentas e agressivas de Detroit do final dos anos 60 (MC5 e The Stooges), e todo o posterior rock genuinamente de garagem, o punk, e até o grunge, da mesma fria e nebulosa Seattle...

XXXXXXXXXXXXXX

The Sonics are an American garage rock band that were part of the Pacific Northwest American garage rock scene in the early and mid-1960s, pioneered by The Kingsmen and The Wailers . Among The Sonics' other contemporaries were The Drastics, The Dynamics, The Regents, and Paul Revere & the Raiders. This movement is credited with founding Seattle's well-known music scene which survives to the present.

Gerry Roslie — organ, piano, lead vocals
Andy Parypa — bass guitar
Larry Parypa — lead guitar, vocals
Rob Lind — saxophone, vocals, harmonica
Bob Bennett — drums

01 - The Witch
02 - Do You Love Me
03 - Roll Over Beethoven
04 - Boss Hoss
05 - Dirty Robber
06 - Have Love Will Travel
07 - Psycho
08 - Money
09 - Walkin' The Dog
10 - Night Time Is The Right Time
11 - Strychnine
12 - Good Golly Miss Molly
Postar um comentário