segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

TEN YEARS AFTER - First-Undead-Stonedhenge

POSTAGEM TRIPLA DE UMA BANDA CUJOS ALBUNS NÃO SÃO TÃO DIFÍCEIS DE CONSEGUIR, MAS TRATA-SE DE UMA BANDA QUE NÃO PODERIA FALTAR NESTE MEU BLOG!! ERA UMA DAS MINHAS BANDAS PREFERIDAS E DA QUAL TENHO TODA A DISCOGRAFIA EM VINIL!! OS LED ZEPELIANOS QUE ME PERDOEM MAS ESTA FOI A BANDA MAIS COMPLETA DE TODOS OS TEMPOS COM UMA VERSATILIDADE IMPRESSIONANTE QUE IA DO ROCK, BLUES, JAZZ E PROGRESSIVO COM A MAIOR FACILIDADE!! O GRANDE CARA DESTA BANDA É ALVIN LEE, GUITARRA E VOCAL, E QUE FAZIA QUASE TODAS AS LETRAS E CANÇÕES!! A COZINHA DA BANDA É PERFEITA COM TODOS OS INTEGRANTES FERAS EM CADA INSTRUMENTO!! AQUI OS DISCOS SÃO JAPONESES COM REMASTERIZAÇÃO DE ALTA QUALIDADE, BONUS TRACKS, CAPAS COMPLETAS EM 300DPIs, LIVRETOS E TUDO MAIS!!
Biografia “Ten Years After”
O baterista Leo Lyons e o guitarrista Alvin Lee formaram, em 1962, o grupo Jaybirds em Nottinghamshire, na Inglaterra. O baterista Ric Lee e o tecladista Chick Churchill entraram em seguida, e logo o grupo tornou-se o mais conhecido na cidade. Em 1967, pensando em alcançar públicos maiores e tocar em Londres, eles decidiram mudar de nome e passaram a chamar Ten Years After. O quarteto tocava blues, jazz e rock ‘n’ roll, uma mistura que dava espaço aos solos lendários de Alvin Lee e sua guitarra. A primeira grande apresentação foi no Club Marquee, em Londres, onde começaram a fixar o nome no circuito de música na cidade. No segundo semestre daquele ano, o Ten Years After comemorava o primeiro contrato com uma gravadora, a Deram Records. O álbum de estréia, intitulado “Ten Years After”, passou despercebido e foi somente com o segundo lançamento que a carreira do grupo decolou.

“Undead” saiu em 1968 e foi o início de muito trabalho. O disco chegou nas mãos de Bill Graham, responsável pelo show do Fillmore West e East, que reuniam as revelações do rock na década de 60 e 70. O Ten Years After tocou no Fillmore e Graham ainda produziu uma turnê nos Estados Unidos para eles naquele ano. A música de seis minutos de duração “I’m Going Home” chegou nas paradas americanas e inglesas. O trabalho do grupo ganhava reconhecimento, principalmente o do guitarrista Alvin Lee, que se destacava no instrumento. Em 1969, eles participaram do festival Woodstock, onde tocaram uma versão de nove minutos de “I’m Going Home”. Naquele ano, eles lançaram, ainda, dois álbuns, “Stonedhenge” e “Ssssh”, que chegou ao Top 20 nos Estados Unidos. O grupo ainda participou do Newport Jazz Festival, ao lado de Nina Simone e Miles Davis.

Em 1970, “Crickewood Freen” foi lançado primeiro na Inglaterra e posteriormente nos Estados Unidos. A música “Love Like a Man” tornou-se um hit no país europeu. Naquele ano, foi lançado também um documentário sobre o Woodstock, com participação do Ten Years After e o grupo continuou em ritmo alucinante de lançamentos de discos e shows de divulgação. Só nos Estados Unidos, eles fizeram mais de 20 turnês em oito anos e tocaram bastante também na Ásia e Europa. O segundo semestre de 1973 foi de descanso para o Ten Years After. Cada integrante iniciou uma carreira paralela e sobrou pouco tempo para o grupo. A reunião aconteceu no ano seguinte para a gravação de “Positive Vibrations”, que rendeu uma turnê na Inglaterra e outra nos Estados Unidos. Com o ritmo desacelerado, não demorou muito para que o Ten Years After anunciasse seu fim em 1975. Cada um seguiu com outros projetos, Alvin Lee lançou sua carreira solo.

Foi preciso uma data comemorativa para uma série de reuniões isoladas do grupo. Em 1983, o Marquee Club completava 25 anos e o grupo tocou algumas noites nos festejos. Cinco anos depois, eles receberam uma proposta irrecusável para tocar em 4 festivais na Alemanha. Desta vez, o encontrou rendeu ainda um disco, “About Time”, seguido por uma pequena turnê na Europa e Estados Unidos. Em 1994, a comemoração era de 25 anos do Woodstock, onde o grupo gravou uma participação na coletânea do festival. Três anos depois, o grupo recebeu alguns convites para tocar e fez uma turnê no Brasil e alguns festivais na Europa. Eles gostaram tanto dos shows que lançaram “Solid Rock”, que faz um retrospecto da carreira e traz três músicas inéditas.

Em 2001, finalmente saiu o disco “Live at the Fillmore East 1970”, o tão aguardado registro da apresentação do grupo nos Estados Unidos. A volta mais significativa aconteceu em 2003, quando o grupo decidiu colocar outro guitarrista no lugar de Alvin Lee. O Ten Years After chamou Joe Gooch para assumir a função e lançou “One Night Jammed”. O disco foi gravado ao vivo em fevereiro de 2003 na Alemanha. A turnê pela Europa em 2004 já está marcada.
Texto retirado do blog: http://sergiosonico.blogspot.com/

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ten Years After - Stonedhenge (1969 UK Blues Rock Prog Psych)

ESTE DISCO É UMA VIAGEM, UMA PIRAÇÃO COMPLETA!! CONFIRAM E DIGAM!!

YOUTUBE: http://youtu.be/pbpZbLZYcKM
----------------------------------------------------------

DOWNLOAD: http://www.megaupload.com/?d=T9LFZ2MY

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ten Years After - Undead (1968 UK Blues Jazz Rock)

SEGUNDO ALBUM DA BANDA E UM CLÁSSICO DO BLUES JAZZ ROCK!! ALTAS IMPROVISAÇÕES!! EXCELENTE!!

Undead é o segundo álbum Ten Years After, gravado ao vivo no pequeno clube de jazz, Kleek Klook, em Londres, em maio de 1968. Este foi concebido para dar aos ouvintes uma sensação real de como era ouvir Ten Years After. A banda decidiu gravar seu segundo album ao álbum ao vivo e o resultado foi uma combinação de blues boogie e jazz que fundiu o rock mais tradicional e jump blues, com rock n roll estilo anos 50. Este álbum tornou-se a inspiração de muitos músicos aspirantes que usavam como uma ferramenta de aprendizagem para explorar além das fronteiras do rock e pop e em estilos mais improvisados.

Recorded live at the small jazz club, Klook's Kleek, in London, May 1968!!

http://www.megaupload.com/?d=Q1PBRRA1

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ten Years After - First Album (1967 UK Blues)

PRIMEIRO ALBUM DA BANDA E UMA OBRA DO BLUES ROCK GARAGEIRO!!
This is a direct copy of a Japanese 2002 cardboard sleeve issue of Ten Years After from 1967 including six bonus tracks. Latest remastered sound quality and complete artwork in 300DPI scans.

http://www.megaupload.com/?d=OLAYI1I8
Postar um comentário