terça-feira, 8 de julho de 2014

BLACK MERDA - The Psych Funk of Black Merda (US Psych Soul Rock)


NÃO AMIGOS!! NÃO É UMA BANDA DE MERDA NÃO!! TRATA-SE DE UMA BANDA AMERICANA ATIVA DESDE A METADE DOS ANOS 60 E INÍCIO DOS 70, OS CARAS SÃO MUITO BONS E PRECURSORES DO PSYCH FUNK ROCK!!! VENENO MUITO BOM E UM DOS MELHORES NESSE ESTILO DE SOM!! PARA QUEM GOSTA DE UM BOM FUNK PSICODÉLICO BEM SWINGADO, PEGA QUE É GARANTIDO!!

PARA QUEM ACHA O NOME DA BANDA ESTRANHO, ESTÁ AQUI ESSA CITAÇÃO QUE ACHEI NA INTERNET E QUE MELHOR RESUME ESSA QUESTÃO:

...vem do sotaque nos guetos negros americanos e do psicodelismo de uma época em que as bandas tinham nomes de cores: Blue Cheer, Pink Floyd, Deep Purple, etc. Mas, para azar dos irmãos Hawkins & seus comparsas, o título que escolheram para sua banda de rock tem duplo sentido em pelo menos 3 línguas latinas. Quem explica é Veesee ‘The Mighty V’, que além do baixo comanda os vocais da banda: 

“Ficamos sabendo na internet que em português, francês e italiano ‘merda’ significa ‘cocô’! Originalmente nosso nome seria Black Murder, mas mudamos a grafia para Merda por causa da pronúncia em inglês, então nosso uso da palavra ‘merda’ não vem do português, francês ou italiano. Merda means murder! Mas de qualquer jeito, ‘shit’ é usada de diferentes maneiras na cultura afroamericana: ‘You need to get your shit together!’, ‘Where’s my shit?’, ‘Give me the real shit!’, ‘That’s some real good shit!’, ‘I really like your shit!’... Então, dá pra dizer que ‘Black Merda plays some real cool black shit!’...”

Pois bem, longe do que diz o nome em português, Black Merda significa, no jeitão do gueto norte-americano, "Black Murder", o que por sua vez, traduzido, quer dizer "Chacina Negra". Seus integrantes, além de serem excelentes músicos, também foram militantes políticos e fizeram parte dos Black Panthers de Detroit. Tocaram em diversas manifestações públicas e inclusive, dividiram o palco com os caras do MC5.

---------------------
A collection of ultra rare material from the mighty Black Merda and affilliates – including early work credited to The Soul Agents (a pre-cursor to Merda) and solo credits for lead singer VC L. Veasey! Psych Funk is a very apt description to pretty much all of the music in the set – with that sinister guitar groove, funky bass and rollicking drums. The vocals range from the soul funk school – especially the couple of tracks sung by Linnie Walker (the sister of Black Merda members Charles and Anthony Hawkins) – to more psychedelia-learned phrasings – not unlike early Parliament! Tracks include an alternate versions of the Black Merda tunes "Cynthy-Ruth" and "Reality", "People Let Me Know" and "Darn Well" featuring vocals by Linnie Walker, the Soul Agents excellent funk version of "Foxy Lady", and the VC Veasey tracks "Do Nothing Wrong" and "Original Man".  © 1996-2013, Dusty Groove, Inc.


1. Cynthy-Ruth (Alternate Take) (2:58)
2. People Let Me Know (3:14)
3. Foxy Lady (3:35)
4. Got Me Running (2:48)
5. As Sisters And Brothers (4:41)
6. We've Got The Power (6:26)
7. Reality (Alternate Take) (2:00)
8. Darn Well (3:13)
9. Foxy Lady (Instrumental) (3:14)
10. Do Nothing Wrong (4:48)
11. The Original Man (3:42)

Postar um comentário